Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Bela Vista - MS e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
CIDADÃO
EMPRESA
SERVIDOR
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
NOV
01
01 NOV 2023
De Bela Vista, “Sopa Paraguaia à la Buga” é a receita vice-campeã do 2º Desafio Estadual das Merendeiras
enviar para um amigo
receba notícias
Merendeira Francisca Ajala se destacou na competição realizada pelo Sebrae/MS, por meio do programa Cidade Empreendedora, que reuniu, ao todo, 24 profissionais de MS

Sob aplausos da torcida, Francisca Ajala, merendeira de Bela Vista, subiu ao palco para receber o troféu de vice-campeã da grande final do 2º Desafio Estadual das Merendeiras. A receita da ganhadora, “Sopa paraguaia à la buga”, composta por itens da agricultura familiar, conquistou os jurados entre os 24 pratos participantes. A divulgação do resultado foi feita na noite desta terça-feira (31), no Gran Murano Buffet em Campo Grande, e contou com uma plateia composta de pessoas vindas de várias regiões do estado.

Promovido pelo Sebrae/MS, por meio do programa Cidade Empreendedora, o evento foi realizado em parceria com o Sistema Fecomércio, por intermédio do Senac MS e reuniu representantes de 24 municípios. Para a vice-campeã, a conquista do 2º lugar em uma competição que envolve tantos profissionais é motivo para celebrar.

“É muito gratificante levar esse prêmio para Bela Vista, toda a minha família veio me prestigiar, teve uma caravana aqui e isso valoriza muito o nosso trabalho. Só tenho a agradecer à Deus e a todas as minhas companheiras nutricionistas que vieram comigo e me acompanharam até aqui. Hoje foi um dia diferente. Todas as merendeiras tiveram um dia de princesa e foi muito maravilhoso para nós”, pontuou Francisca.

A merendeira atua na profissão há 22 anos e conta que a maior conquista é ter o prato que inscreveu na competição, fazendo parte do cardápio da escola em que trabalha. “Está sendo feita a reformulação da relação dos pratos que a gente traz para a refeição dos estudantes e a minha receita vai entrar no cardápio da escola, o que significa muito para mim. Nossa merenda é de excelente qualidade e quero continuar atuando para deixar as crianças, cada vez mais, satisfeitas”, expôs.

Mais do que saborosa, a receita vencedora foi elaborada de forma balanceada para garantir a nutrição e o desenvolvimento dos estudantes. Para confeccionar o prato, a merendeira contou com o apoio das nutricionistas Milena Molina e Andressa dos Santos que atuam no município. A profissional ressaltou a importância desse trabalho para a melhoria da alimentação das crianças e também para reforçar a cultura local.

“Nosso prato é uma sopa paraguaia, algo que é muito típico da nossa região, e como temos uma boa relação e já compramos da agricultura familiar, foi tranquilo inserir os alimentos, e além dos legumes trouxemos também o queijo caipira, uma combinação saborosa e nutritiva”, ressaltou Milena.

Trabalhamos na receita a partir do momento que identificamos o que a merendeira sabia fazer de melhor. Ela falou sobre a sopa paraguaia e começamos a pensar nos elementos que poderíamos inserir na confecção e, inclusive, no nome. Como todo mundo conhece Francisca, como ‘buga’, ela sugeriu colocarmos o apelido dela e ficou muito legal. Estivemos presentes para apoiá-la em todo o processo”, ressaltou Andressa.

O prefeito de Bela Vista, Reinaldo Miranda, acompanhou a premiação e destacou a importância da conquista para o município. “Para nós é um orgulho muito grande alcançarmos o segundo lugar dessa competição que reuniu tantos municípios e ainda trazer para o público a nossa cultura da fronteira com a sopa paraguaia. Isso mostra o trabalho de qualidade que é feito pelas merendeiras em Bela Vista, e que agora está sendo reconhecido a nível estadual, e também expõe o comprometimento da nossa gestão com o programa Cidade Empreendedora que tem trazido muitas melhorias para o nosso município”, destacou o líder do executivo.

Além do troféu, a merendeira de Bela Vista também recebeu uma smart TV de 55 polegadas e, juntamente com as merendeiras do 2º e 3º lugar e as nutricionistas desses municípios, fará uma missão-técnica do curso gastronômico voltado para massas artesanais em Bonito.

Entenda a competição

O primeiro momento da etapa estadual aconteceu nessa terça-feira (31), durante a manhã, no prédio do Senac Turismo e Gastronomia, onde os participantes que se destacaram em cada município fizeram a preparação dos pratos e os apresentaram à banca de jurados. Composto por cinco avaliadoras, o comitê teve a presença de Lidiane Barbosa, chefe e especialista em gastronomia funcional em Blumenau (SC; a coordenadora e nutricionista da Alimentação Escolar da Secretaria do Estado de Educação (SED), Jackeline Veras de Souza, e três profissionais que atuam no Senac MS: Roberta Francis Avalos, gerente de Turismo e Gastronomia; Vera Krabbe, docente de Turismo e Gastronomia e Melina Ribeiro Fernandes, nutricionista e docente de Turismo e Gastronomia.

Para a criação dos pratos, não foi permitido o uso de alimentos ultraprocessados. Ademais, foi preciso utilizar uma proteína principal e incluir, no mínimo, três itens da agricultura familiar previstos no edital. Os critérios foram adotados para incentivar os municípios a adquirirem os itens dos produtores locais, uma exigência prevista pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), além de estimular a criação de cardápios mais saudáveis a partir de hortaliças, leguminosas e frutas. Nos 24 municípios, foram realizados workshops para auxiliar os profissionais a melhorarem a técnica de manipulação de alimentos e o preparo de receitas e, ao todo, 689 pessoas foram capacitadas.

De acordo com o diretor de Operações do Sebrae/MS, Tito Estanqueiro, mais do que trazer uma merenda de qualidade aos estudantes e valorizar quem prepara as refeições, o intuito da competição é estimular a compra de produtos da agricultura familiar por parte do poder público e, dessa forma, fomentar o empreendedorismo no campo.

“A iniciativa faz parte de uma estratégia para o desenvolvimento dos municípios, pois com receitas que trazem alimentos saudáveis e naturais, estimulamos as prefeituras municipais a comprarem localmente do pequeno produtor, o que fomenta a economia. Vale destacar, que mais do que uma competição também é uma ação de qualificação profissional, pois em cada município participante realizamos workshops para auxiliar na elaboração das receitas. No total, foram capacitadas 689 pessoas e, com esse trabalho, pudemos valorizar as profissionais, trazer autoestima e possibilitar que as merendeiras atuem com mais protagonismo nas escolas”, destacou Estanqueiro.

Para a gerente de Turismo e Gastronomia do Senac MS, Roberta Francis Avalos, o trabalho é importante por contribuir para a melhoria da alimentação oferecida aos estudantes, além trazer mais conhecimento para quem atua nas escolas, como as merendeiras e as nutricionistas que auxiliam no processo. “O Senac é referência no Brasil na área de Gastronomia e entendemos que um bom cozinheiro tem sempre o auxílio das nutricionistas na cozinha para garantir todo papel do alimento na mesa das crianças nas escolas públicas. Então, o nosso papel aqui é oferecer a estrutura e auxiliar na avaliação dos pratos, analisando o cumprimento dos critérios por parte dos competidores, tanto na parte de higiene de manipulação de alimentos, como na utilização dos ingredientes e, principalmente, na avaliação da textura e do sabor, pois a comida tem que ser gostosa para ser bem aceita pelas crianças”, ressaltou a gerente.

Participaram da etapa estadual representantes dos municípios de Água Clara, Amambai, Bandeirantes, Batayporã, Bela Vista, Camapuã, Chapadão do Sul, Costa Rica, Coxim, Dourados, Inocência, Jaraguari, Maracaju, Nioaque, Nova Andradina, Paraíso das Águas, Pedro Gomes, Porto Murtinho, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante, Rio Verde de Mato Grosso, Santa Rita do Pardo, Sonora e Terenos. Cada finalista foi selecionado a partir da etapa municipal, realizada nos municípios, em parceria com as prefeituras, e concorreu na etapa estadual com a receita que garantiu o primeiro lugar na cidade onde mora.

Mais informações sobre o programa Cidade Empreendedora podem ser obtidas por meio do número 0800 570 0800 ou pelo site cidadeempreendedora.ms.sebrae.com.br.